Nosso blog

Tudo sobre, liberdade e empoderamento.

Quem somos

Alternativas menstruais ganham força: conheça a história dos idealizadores da Korui

Pensa em um relacionamento onde além do amor, existe também ideais em comum e uma vontade incontrolável de fazer a diferença... Pois é, essa é a história da Luisa e do Pedro. Motivados por questionamentos interiores a respeito do estilo de vida que levavam, os dois resolveram viajar pelo mundo apenas com o dinheiro para a passagem de ida! Sabe qual foi o resultado disso? Eles passaram 2 anos e meio viajando, tiveram vivências incríveis e voltaram ao Brasil com um questionamento sobre a vida ainda mais fortalecido. Uma das principais reflexões do casal foi a nossa relação com os produtos descartáveis.

Como surgiu a ideia de vocês viajarem pelo mundo?

Eu (Luisa) e o Pedro nos conhecemos durante a faculdade. Nós sempre gostamos de viajar, então resolvemos, juntos, fazer uma viagem pelo mundo. Mas mesmo juntando dinheiro só conseguimos o suficiente para uma passagem de ida! Foi aí que apareceu a ideia de trabalhar fora. Trabalhamos muito! Desde trabalhos remunerados nos EUA e na Nova Zelândia, até trabalhos voluntários na Tailândia e na Índia. Depois, em outros países, fizemos um estilo de viagem barato, como mochileiros. Assim, passamos 2 anos e meio viajando!

IMG_4520 IMG_4522
(Luisa e Pedro em 2012, ao final da temporada de trabalho voluntário em uma escolinha na Índia)
Quais resultados essa viagem trouxe para vocês?

Quando voltamos da nossa longa viagem, começamos a ver a vida com novos olhos. Ela nos mostrou que podemos fazer as coisas de forma diferente. Depois de realizar este sonho, aprendemos que com muito planejamento, esforço, tempo e empenho podemos tornar as coisas possíveis. Então aos poucos começamos a mudar nossas vidas e questionar nossos hábitos.

Foi a partir desses questionamentos que surgiu a ideia de investir em alternativas menstruais?

Sim. Dentre muitas outras coisas, nos deparamos com o uso de absorventes descartáveis, que além de nocivos à saúde, eram desconfortáveis, caros e geravam tanto lixo que eram considerados um grande problema ambiental. O questionamento dos "descartáveis" tomou conta de nós. Lembramos que nossas avós contavam que usavam panos de algodão dobrados presos com alfinetes nas calcinhas. As alergias eram inexistentes, gastava-se pouco e o planeta era mais verde. Mas como usar absorventes de pano em um mundo onde a praticidade é fundamental? Assim começou a nossa busca e nosso sonho de trabalhar com algo em que tivesse um impacto positivo para o nosso planeta tomava forma.

Qual produto vocês lançaram primeiro?

Os absorventes reutilizáveis.

Como foi o processo de desenvolvimento de um absorvente reutilizável?

Foram meses de testes em busca da combinação de tecidos mais eficiente, da melhor absorção, conforto, ajuste e de resultados que melhor atenderiam as necessidades das mulheres de hoje. Os primeiros modelos foram lançados em 2013. E assim nasceu a Korui, cujo nome é baseado em um símbolo indígena da Nova Zelândia, que significa nova vida, novos começos, crescimento, força e paz.

Como é a rotina de trabalho de vocês: Luisa, Pedro e os filhos Clara e Gael?

Um dia ouvimos alguém dizer: "Quando trabalhamos com algo que amamos, nós não trabalhamos". Esta frase define nosso sentimento. Nós não trabalhamos, nós lutamos pela nossa causa e a fazemos ela acontecer todos os dias. Mas isso não quer dizer que não temos uma rotina puxada!  Nós fazemos questão de passar tempo de qualidade com os nossos filhos, então conciliar tudo às vezes é desafiador.

CAM01360
(Luisa cortando tecidos com a Clara no colo, ainda bebê)
Vocês trabalham em casa?

Nós trabalhamos de casa durante muito tempo, mas agora estamos tentando nos organizar para passar parte do dia no escritório. Na teoria, eu (Luisa) trabalho na parte da manhã e passo a tarde com as crianças e o Pedro fica com as crianças de manhã e a tarde vai para o escritório. Mas na prática acabamos levando as crianças para trabalhar, participar de reuniões, trabalhamos os dois juntos a noite depois que as crianças vão dormir, etc... Às vezes é uma loucura e fica tudo bagunçado! rsrs

Como é feita a confecção dos absorventes e calcinhas?

Eu (Luisa) costurei os absorventes durante muito tempo. Mas conforme foi crescendo tivemos que buscar alternativas para a produção. Hoje temos produções acontecendo em vários lugares de Santa Catarina. Trabalhamos em parceria com costureiras autônomas e facções maiores. Mas sempre tomamos o cuidado de valorizar a mão de obra de quem trabalha direta ou indiretamente com a Korui. E é emocionante ver os resultados. A Korui proporciona, por exemplo, uma renda muito melhor para as costureiras autônomas, não demora muito até elas recusarem outros serviços e ficarem só conosco, fora que elas adoram trabalhar com algo tão diferente e que gera tanta curiosidade nos vizinhos, rsrs.

costura
(Luisa costurando os primeiros absorventes Korui)
Como foi a aceitação do mercado? É ainda um tabu não usar absorventes descartáveis ou isso está mudando?

Infelizmente ainda é tabu. Nós vemos muitos comentários receosos a respeito desta escolha. "Mas como lava?" é a pergunta que mais ouvimos. Parte deste tabu foi criado e é incentivado todos os dias pelas grandes corporações que vendem absorventes descartáveis. Todo o marketing usado por eles busca dizer que nosso sangue é sujo, tem cheiro ruim e precisa ser descartado, quando na verdade nosso sangue é lindo, cheio de vida, não cheira mal e é um adubo rico e cheio de nutrientes para as plantas! Você sabia que o cheiro ruim que sentimos quando usamos absorventes descartáveis vem na verdade de uma reação do sangue com os químicos presentes nestes absorventes? Experimenta um Korui e você vai ver! O incentivo à mudança social neste sentido faz parte do nosso trabalho. Nós queremos resgatar um mundo no qual o natural é belo e o corpo feminino mágico.

Há diferença entre a as mulheres brasileiras e as mulheres de outros países em relação a menstruação?

A menstruação ainda é tabu na maioria dos países, então não se conversa muito a respeito. O grau desse tabu é que varia. Em países como a Tailândia não se pode nem falar o nome do Rei em público, imagina menstruação! Mas em países como a Nova Zelândia, nós vimos absorventes reutilizáveis a venda em farmácias.

Quais são suas referências e inspirações?

São muitas! Nós vemos pequenos negócios com propostas espetaculares todos os dias. Desde o aplicativo voltado à segurança da comunidade, até o produtor de orgânicos organizando hortas comunitárias. São negócios pequenos, privados, mas com ações sociais e ambientais incríveis, que fazem a diferença e transformam sociedades. Essa é a nossa inspiração e nossa motivação. Nosso objetivo é ser um negócio com uma proposta espetacular!

Qual o perfil do público consumidor da Korui?

Nossos clientes são pessoas que buscam alternativas aos produtos de higiene feminina encontrados hoje. Essas pessoas possuem diversos tipos de motivação, incluindo a busca por produtos mais ecológicos ou saudáveis ou econômicos ou empoderadores, ou os quatro!

Como é a relação da Korui com as consumidoras?

Nós recebemos muito carinho das nossas clientes e isso nos motiva demais! A Korui não vende apenas alternativas menstruais, mas a esperança de um mundo melhor, sem tabus, sem preconceito. Então as pessoas que optam pelos produtos Korui normalmente são orgulhosas desta decisão. E elas descobrem que o uso é bem mais fácil do que se imagina. Eles não vazam, atendem super bem as necessidades e são muito fáceis de usar e lavar, então elas querem compartilhar com o mundo essas novas descobertas.

"Estou muito satisfeita com os meus. Não me imagino mais usando absorvente de plástico e ter aquela sensação de novo. Pode parecer loucura, mas menstruar não é mais tão incômodo, não tenho mais alergia, não me sinto suada, como era antes. E esse cuidado de lavar os absorventes de pano depois do uso, esse contato com meu sangue me ligou mais ao meu corpo ainda. Muito obrigada por tornarem tudo isso possível. Menstruação não é sujeira, não é vergonha, é natural, é o ciclo da vida." (Depoimento de uma consumidora na fanpage da Korui)

Como é feito o controle de qualidade dos produtos?

Nossa equipe interna que faz. Um por um, todos os produtos passam pelas nossas mãos, nós procuramos imperfeições, defeitos no formato e até mesmo excessos de linha. Para nós é muito importante que cada um dos nossos clientes tenha um produto Korui perfeito, de primeira linha!

Quais são os planos da Korui à longo prazo?

Nossos planos vão muito além de crescer ou aumentar vendas. Nós buscamos transformar sociedades, quebrar tabus e preconceitos. Alternativas menstruais reutilizáveis mudam o relacionamento das mulheres com o próprio corpo e empoderam. Nossa missão é incentivar uma forma de higiene íntima natural e honesta, que dá valor ao sangue menstrual e respeita a beleza natural do corpo feminino.

Se uma pessoa ainda não experimentou as alternativas Korui, o que vocês diriam à ela pra convencê-la?

Você já acordou bem cedo um dia para ver o sol nascer? Ou correr na praia? Certamente foi difícil acordar, mas algum dia você se arrependeu de ter acordado? Não! As alternativas Korui funcionam da mesma forma! Pode parecer uma mudança difícil, mas acredite, você não vai se arrepender! Sim, são opções mais confortáveis, te deixam mais segura, não vazam, são livres de químicos, não geram lixo e, muito mais que tudo isso, as alternativas Korui são libertadoras e empoderadoras!

Você já experimentou ou tem vontade de experimentar um produto Korui? Conte pra nós o que achou! :) Ainda não conhece? Então corre lá e visita o site da Korui!
Deixe um comentário