Absorventes descartáveis, vidas descartáveis

capameio

O uso de absorventes descartáveis cresceu de forma exponencial nas últimas décadas. Propagandas realçando conforto, praticidade e modernidade tomaram conta dos meios de comunicação e quase 100% das mulheres migraram para este tipo de proteção íntima. Mas quais são as consequências desta escolha? Algumas décadas depois, elas começam a aparecer.

Absorventes descartáveis começaram a encher lixões em toda a parte e o impacto ambiental destes produtos tomou proporções desastrosas. Uma única pessoa, que tem em média 450 ciclos menstruais durante a vida, usa cerca de 10.000 absorventes e gera 150kg de lixo. Se considerarmos que, apenas no Brasil, existem hoje mais de 62 milhões de pessoas em idade menstrual, chegamos ao número alarmante de mais de 12.000 toneladas de absorventes jogados fora todo mês.

Mas onde é fora?

2

Se considerarmos que temos apenas um planeta, fica fácil perceber que não existe um lado de fora. Todo lixo descartado fica dentro do nosso planeta. Lixos plásticos demoram séculos para se decompor e, eventualmente, vão parar em nossos oceanos. Estes resíduos são muitas vezes ingeridos pela vida marinha causando obstrução na digestão e morte.

Absorventes descartáveis não geram problemas ambientais apenas no Brasil e não colocam apenas a vida de animais em risco. Na Índia, por exemplo, as pessoas da comunidade de Arunthatiyar que trabalham com coleta e separação do lixo, veem suas vidas ameaçadas diariamente. A maioria dos produtos plásticos descartáveis possuem aditivos químicos, como os utilizados para aumentar a absorção nos absorventes, por exemplo, e são extremamente nocivos à saúde. O constante contato com os estes componentes químicos tem mostrado consequências diretas na saúde e na vida das pessoas que vivem nesta comunidade. O problema é tão grave que Parvati, líder feminina da comunidade, fez com que todas as mulheres ali passassem a utilizar absorventes reutilizáveis. E disse: “Somos nós que temos que limpar todo este lixo, então por que haveríamos de produzi-lo?”.

1

Pois é, a qualidade do nosso meio ambiente está diretamente relacionada à qualidade das nossas vidas. Lixos não são jogados “fora”, mas no nosso quintal e nossos corpos sentem as consequências. O que podemos fazer para mudar esta realidade? Existe uma alternativa mais inteligente?

Sim! Felizmente, presenciamos um boom de produtos reutilizáveis capazes de diminuir significativamente nossa pegada ecológica, que investem em consciência ambiental tanto na sua produção, quanto no seu reuso e descarte.

Os absorventes descartáveis podem ser substituídos, por exemplo, por coletores menstruais ou absorventes reutilizáveis. Estas opções são alternativas modernas e eficientes, não vazam, são fáceis de lavar e proporcionam todo o conforto de que necessitamos atualmente. Além de amigos do meio ambiente, estes produtos trazem o poder do autoconhecimento pra quem os utiliza.

O produto que você consome é amigo do nosso planeta e da nossa saúde? Na hora de optar por um produto, investigue se ele é projetado para causar menos impacto durante todo o seu ciclo de vida, ­ desde sua produção até o seu descarte.

Mudar um habito como este é desafiador. Estudos mostram que frequentemente mulheres compram a mesma marca de absorventes que suas mães costumavam comprar e raramente diversificam. Mas para aquelas que sabem que há elementos mais importantes nas nossas escolhas do que fidelidade a uma marca, vale a pena dar uma chance a produtos alternativos. Pequenas mudanças pessoais podem mudar o mundo sim!

Clique aqui para saber mais sobre alternativas modernas e inteligentes.

Você já pensou em trocar o seu absorvente descartável por uma opção mais inteligente? Conte pra gente!

DEIXE UM COMENTÁRIO