Absorvente descartável: um risco à saúde?

capa

A segurança dos produtos de higiene íntima é um assunto raramente discutido, mas muito importante. Por que? Porque nossa pele é fina e altamente permeável, principalmente na região vaginal. Qualquer coisa em contato constante com a pele vai parar na corrente sanguínea e será distribuída pelo corpo.

Químicos em contato com a pele são piores do que ingeridos. As enzimas da saliva e do estômago ajudam a eliminar os químicos presentes em alimentos, mas quando eles tocam a pele são absorvidos diretamente para a corrente sanguínea, achando caminho direto para os órgãos mais delicados.

Mas, afinal, de que tipo de químicos estamos falando? O que eles podem causar? E quem controla isso? Calma! São muitas dúvidas a respeito e nós vamos ajudar a esclarecer essas perguntas inquietantes tin tin por tin tin.

Químicos Plásticos

Absorventes convencionais contém o equivalente a 4 sacolas plásticas. Com tudo o que nós sabemos sobre natureza perigosa dos químicos plásticos, apenas isso já é sinal de alerta.

Por exemplo, químicos plásticos como BPA e BPS podem influenciar o desenvolvimento embrionário e são relacionados à doenças do coração e câncer. Phthalates, presentes nos aplicadores de tampão são conhecidos por desregular a expressão genética e DEHP pode danificar múltiplos órgãos. Além disso, plásticos não são respiráveis e deixam a área vaginal quente e úmida, promovendo fungos e bactérias.1 (1)

Dioxina

Já se perguntou como os absorventes ficam com aquela aparência super branca e “limpa”? O cloro deixa-os com esta cor, mas também gera dioxina.

Há contradições a respeito da dioxina. Enquanto o FDA (agência norte-americana de regulação de alimentos e medicamentos), alega não haver motivos para preocupação devido às baixas concentrações desta substância nestes produtos, o EPA (agência de proteção ao meio ambiente) diz não haver um nível seguro de exposição. Alguns estudos sugerem que mesmo traços de dioxina podem causar crescimento anormal do abdômen e órgãos reprodutivos, crescimento celular anormal em todo o corpo, supressão do sistema imunológico e disrupção hormonal.

Agrotóxicos

A matéria prima básica para a confecção dos absorventes é o algodão e o agravante é que o plantio dessa cultura atrai muitas pragas. Por isso o uso de agrotóxico nesse tipo de plantação é muito frequente, e é aí que o problema começa.

Pesquisas recentes da Universidade Nacional de La Plata, na Argentina, constataram a presença de glifosato, uma substância cancerígena, nos produtos feitos de algodão. Além do próprio algodão in natura, a maioria das amostras de gazes, lenços umedecidos, cotonetes e absorventes internos também apresentam rastros dessa mesma substância.

Outros agentes químicos

Absorventes que contém neutralizadores de odor e perfumes são uma sopa de químicos, além de conter cores artificiais, poliéster, adesivos, polietileno (PET), polipropileno e propileno-glicol, substâncias contaminantes ligadas à disrupção hormonal, câncer, defeitos de nascença e infertilidade.

Síndrome do Choque Tóxico

Absorventes internos requerem cuidado especial. O acúmulo de sangue menstrual neste tipo de absorvente por muitas horas seguidas cria um ambiente propício para a proliferação da bactéria S. aureus e pode resultar em um processo inflamatório sério chamado Síndrome do Choque Tóxico, podendo até mesmo causar a morte. Apesar dessa síndrome ser uma condição rara, é muito importante seguir as orientações de uso presentes nos rótulos dos produtos. É recomendado trocar o absorvente interno a cada 4 ou 6 horas, para evitar um possível acúmulo de sangue e a proliferação da bactéria.

2 (1)

Os produtos que colocamos em contato com o nosso corpo influenciam diretamente nossa saúde e bem-estar, por isso é fundamental conhecer as substâncias que compõem não apenas absorventes descartáveis, mas todos os produtos que consumimos. Será que não é hora de escolher opções menos nocivas à saúde? Que tal buscar alternativas mais naturais? Às vezes essas mudanças podem ser mais fáceis do que imaginamos.

No Brasil, você encontra alternativas naturais para absorventes descartáveis na Korui.

Queremos saber: você trocaria os absorventes descartáveis por alternativas mais naturais?

DEIXE UM COMENTÁRIO