5 pequenos gestos que podem acabar com o tabu e a vergonha da menstruação

20-09capa1

Qualquer pessoa que menstrua sabe que este processo completamente natural, necessário e inevitável do corpo humano vem com uma carga social grande e repleta de medo e vergonha. Apesar das mulheres passarem até 10 dias por mês lidando com mudanças no corpo relacionadas ao período menstrual e experienciar este evento por décadas de suas vidas, nós ainda esperamos que a menstruação seja quieta, limpa, bem escondida e longe de qualquer olhar. As mulheres são tão condicionadas a se sentir constrangidas e envergonhadas em relação à menstruação que muitas em algum momento já se sentiram desconfortáveis durante a compra de absorventes, por exemplo, e aterrorizadas só de pensar em um pingo de sangue aparecer em público.

Mas por que falar sobre menstruação tem que ser um tabu tão grande? Justo a menstruação que é tão natural. E com todos os riscos para a saúde que podem resultar da falta de educação menstrual, nós deveríamos estar trabalhando para tornar a conversa sobre menstruação mais normal e não o contrário. Ativistas da menstruação concordam que nós deveríamos ao menos tentar fazer com que o tema “menstruação” seja visto com mais naturalidade, mesmo que os resultados não possam ser vistos tão rapidamente. Elas também concordam que existem coisas que podemos fazer para ajudar.

Se você está se perguntando o que você pode fazer para tornar as conversas sobre menstruação mais naturais, menos envergonhadas e menos estranhas, então continue lendo. Nós separamos cinco pequenos gestos que podem ajudar a normalizar essas conversas. Porque nós temos o direito de falar sobre o funcionamento normal dos nossos corpos sem sentir vergonha.

1) Aprecie a beleza da menstruação

Quando pensamos no sangue menstrual esquecemos que ele faz parte de um processo natural e até misterioso do corpo humano. O sangue menstrual manteve cada um de nós vivos no útero de nossas mães durante nove meses. Este sangue capaz de gerar uma vida é algo do qual deveríamos sentir orgulho, não vergonha.

2) Entenda a verdade por trás do marketing da vergonha

Desde comerciais de absorventes que prometem manter o seu segredo sujo seguro atrás de uma saia branca até sabonetes perfumados com neutralizadores de odor que prometem deixar sua vagina limpa e cheirosa. Vaginas não são sujas! O marketing da vergonha existe em uma tentativa de gerar insegurança para perpetuar a demanda por seus produtos desnecessários e mercantilizar a menstruação. O que eles dizem aos clientes não são verdades, são apenas uma forma de ganhar dinheiro. Nunca esqueça disso.

3) Entenda como a vergonha da menstruação machuca as pessoas

A vergonha da menstruação está em todos os lugares e ela nunca é aceitável. Nós vemos esta vergonha em todos os lugares e crescemos com ela no nosso dia-a-dia. Mas tudo isso não é nada se comparado com a realidade vivida em países como a Índia, por exemplo. A menstruação lá é um tabu tão grande que o país se tornou incrivelmente perigoso para mulheres que menstruam.

Em algumas partes da Índia a educação menstrual é tão fraca que chega a ser um perigo na vida de meninas. Elas tem tanta vergonha até de pedir panos limpos às suas mães que acabam tendo sérias infecções por este motivo. Em um desses casos, uma menina de 13 anos teve que fazer uma cirurgia para remover o útero, um procedimento que a deixou “marcada” para o resto da vida como uma mulher estéril.

A vergonha da menstruação não é apenas ofensiva e perturbadora emocionalmente, mas fisicamente prejudicial. Se começarmos a levantar estes tópicos, quem sabe até as pessoas que se sentem desconfortáveis para falar sobre a menstruação podem se sentir desafiadas a tentar normalizar estas conversas, já que elas são tão importantes.

4) Seja sincera sobre as partes boas e as ruins

Com o seu médico, sua melhor amiga ou sua mãe, seja sincera. Você não precisa fingir que está tudo bem se não está. Cólicas, cansaço, irritabilidade e mudanças de humor são perfeitamente normais e acontecem com a grande maioria das mulheres. Seja sincera sobre o que você sente, peça ajuda se necessário e aprecie a liberdade de não ter que esconder os sintomas de estar menstruada.

5) Comece a falar sobre menstruação

Este é provavelmente mais fácil de falar do que de fazer. Mas a única forma de tornar a menstruação mais comum é falar sobre ela mais abertamente e de forma mais frequente. Quanto mais falarmos sobre a menstruação, mais natural ela vai ficar. As gerações que nasceram com a vergonha da menstruação ainda vão sentir o desconforto, mas essas conversas honestas e abertas são o primeiro passo para aliviar a vergonha e assegurar que as futuras gerações poderão sangrar sem ter que ter vergonha.

Você conversa sobre menstruação naturalmente? O que você acha da ideia? Deixe seu comentário e compartilhe a sua experiência e opinião com a gente!

DEIXE UM COMENTÁRIO